Estudar na UERJ é…

Dessa vez não vou falar mal da UERJ em prosa, vamos de verso dessa vez:

Vou começar falando do início do ano letivo
Onde a galera, em um esforço coletivo,
Divulgava o gambiarra-ponto-te-cá
Pro resultado da inscrição a gente poder pegar.

As aulas só começaram dia dez do três
Porque o calendário já está atrasado outra vez.
Enquanto todo mundo vai estar de férias
Estarei eu lá cursando oito matérias.

Esse período estou suportando melhor a cruz,
mas hoje cheguei na aula, e estava sem luz.
Cursando disciplina que ainda nem tem mestre
Isso porque estamos na terceira semana do semestre.

Está chegando a época da eleição,
E quem estuda há pelo menos dois anos nessa instituição
Sabe portanto, que muito em breve
Estaremos todos parados por causa da greve.

Dedico esse poema ao magnífico senhor reitor,
Que tem nos tratado com muito amor,
Mas se a faculdade não melhorar de uma vez
Só vou conseguir me formar em 2023.

Obrigado.

Soneto da desculpa esfarrapada

Desta vez escrevo um post em verso
Não para tomar o caminho inverso
Só queria voltar com algo diferente
Algo que fosse assim irreverente

Se o leitor me argue porque sou perverso
Porque sumi deste nosso universo
Digo: – De assunto estava carente
Não servia MJ nem gente doente

Mas voltei, com minha língua afiada
Escrevendo um soneto porcaria
Sem querer parecer poeta nem nada

Quem curte poesia desculpa a zombaria
Não quero que pensem que é palhaçada
Semana que vem tem tecnologia