Os votos de Boas Festas do Melancia na Cabeça

Quer festa mais deturpada que o Natal? Mudou de data, até quem não acredita em Cristo comemora, a oferta dos Reis Magos virou desculpa pra uma loucura comercial, num calor de 40º um velho gordo usa gorrinho só pra imitar costumes dos outros países e por aí vai. Por sinal até o Papai Noel se transformou bastante – de São Nicolau virou um cara que entra na casa dos outros pela chaminé, escraviza anões e ainda tem o Rudolf (prefiro não comentar…). Mesmo com tudo isso ainda trazemos, aos trancos e barrancos pra alguns, a magia do Natal: época de pedir desculpas, ficar com a família e descansar. Desejar Feliz Natal é querer que nesse dia a pessoa melhore um pouco, se encontre um pouco. Que curta o que faltou o ano todo graças a correria do dia-a-dia: paz e tranquilidade com convívio familiar. E depois do Natal seguem-se as comemorações do ano novo.

Quer festa mais deturpada que o Natal? Mudou de data, até quem não acredita em Cristo comemora, a oferta dos Reis Magos virou desculpa pra uma loucura comercial, num calor de 40º um velho gordo usa gorrinho só pra imitar costumes dos outros países e por aí vai. Por sinal até o Papai Noel se transformou bastante – de São Nicolau virou um cara que entra na casa dos outros pela chaminé, escraviza anões e ainda tem o Rudolf (prefiro não comentar…). Mesmo com tudo isso ainda trazemos, aos trancos e barrancos pra alguns, a magia do Natal: época de pedir desculpas, ficar com a família e descansar. Desejar Feliz Natal é querer que nesse dia a pessoa melhore um pouco, se encontre um pouco. Que curta o que faltou o ano todo graças a correria do dia-a-dia: paz e tranquilidade com convívio familiar. E depois do Natal seguem-se as comemorações do ano novo.

Vamos lembrar nesse fim de ano que faz muito pouco tempo estávamos comemorando a chegada do recém-nascido 2008, com muitas promessas, metas e sonhos e daqui a alguns dias estaremos nos despedindo dele. Não volta mais, é isso. O que foi feito em 2008 (de bom e de ruim) fica nele, mas serve de apoio pro que faremos em 2009. Por enquanto a gente só pode esperar que este seja um ano simplesmente sensacional, mas só até o primeiro dia. Depois não vamos mais esperar nada, vamos fazer com que ele seja sensacional – só depende de nós. Crise? Para os vencedores é oportunidade.

Aproveito para dizer pros que ainda não sabem que dia 25 me despeço da Cidade Maravilhosa para só encontrá-la novamente no terceiro dia do novo ano.

Boas festas!

INSCREVA-SE!

Quer receber novos posts por e-mail? Inscreva-se na newsletter!