Notícias pros leitores e a internet sem fio no Dona Marta

Faz algum tempo que quero escrever, mas acabo desistindo do tema pra manter uma certa linha de raciocínio no blog. Tenho, então, duas notícias pra vocês – uma boa e outra ruim:

  1. A boa é que, provavelmente, teremos mais posts daqui em diante;
  2. A ruim é que vou descer um pouco o meu critério do que postar ou não.

O governo do Estado instalou no Dona Marta (favela aqui do Rio de Janeiro) antenas que fornecerão, de graça, internet para os moradores.

Louvável alguns diriam e é até a impressão que a matéria do RJTV passa, mas [profeta mode=on] nem tudo serão flores [mode=off]. Eu sei que a primeira reação seria achar que eu simplesmente não gosto do pessoal que mora nas favelas, achar que eu sou um preconceituoso e etc. mas não é isso. O fato é que as coisas não se encaixam nesse caso.

Pensem comigo, para acessar a internet não basta ter apenas o sinal, você também precisa de um aparelho: um celular, um pc, um notebook, qualquer coisa mas precisa. É como o rádio: se você não tiver um aparelho que sintonize você simplesmente não usufrui. O pessoal que mora na favela não tem dinheiro certo? Pois é…

Eu sei que até tem morador de favela que tem computador, mas é minoria (ou não?!)! E quem tem grana pra comprar computador tem grana pra manter um 3Gzinho dos mais baratos. Esse dinheiro do governo poderia estar sendo aplicado em obras mais legais, que gerassem inclusão digital de verdade. Fica parecendo que inclusão digital não é o ponto aqui, afinal poderiam ser criadas lan houses com acesso à internet por fio mesmo. Com instrutores todo o tempo monitorando e ensinando quem quisesse aprender.

A bandidagem vai se aproveitar disso, escutem o que estou falando. Mais tarde, quando a notícia no RJTV não for tão legal assim eu vou poder dizer “é, eu avisei…”. E preparem-se para mais perfis no orkut…


Não quer perder o próximo post? Cadastre seu e-mail e você receberá um aviso sempre que sair coisa nova :)

Comentários

  • http://blog.cristianoweb.net/ Cristiano Santos

    Hoje mesmo fiz um comentário no Twitter sem saber desse seu artigo falando sobre o assunto, você pode ver aqui e aqui.

    É lamentável que o Governo entre numa de pagar de DIGITAL para a população, quando mal entende o que está fazendo. É só ver que o próprio Governo que criou a Lei de acessibilidade para sites governamentais e não cumpre a própria Lei. Tudo isso não tem nada haver com a “Inclusão Digital”, na verdade isso é politicagem.

    A comunidade vai ficar feliz por ver que seus filhos vão estar no Orkut e MSN ao invés de estar servindo de aviãozinho ou fogueteiro para o “movimento”, não que isso não seja bom. Mas efetivamente eles não vão saber nada mais do que isso no uso da Internet banda larga.

    Os Governantes precisam parar de palhaçada e lembrar que até o ano passado a Rede Pública de Ensino Municipal tinha a chamada “aprovação automática” que gerou milhares de “analfabetos funcionais”, que são crianças que sabem ler e escrever, mas não conseguem interpretar nenhum texto. O que falta para esse povo é EDUCAÇÃO, não Internet!

    É uma pena que usem uma mídia extraordinária para continuar enganar o povo com esse papinho de beneficiar a comunidade mais carente. Todos precisamos de escolas e de qualidade. Infelizmente essa é a realidade. Mas como você citou no seu artigo: “preparem-se para mais perfis no Orkut”.

    Parabéns pelo artigo! Abraços!

    • Elia

      Agradeço os parabéns Cristiano, e infelizmente o que vai acontecer é uma propagação desse uso “banal” da internet que é SÓ a soma do MSN com Orkut.

      Tenho tanto um como outro, mas internet não é só isso e nem pode ser. Se for só isso é desperdício, é tirar o tempo em que as crianças deveriam estar fazendo seus deveres de casa (existe isso ainda?!) ou pesquisando sobre alguma coisa importante.

      Enfim, se é assim que querem construir um Brasil melhor, paciência…